Política

Fim da Prorrogação! Orlando Silva se foi, sem ele, “onguismo de estado” talvez seja questionado!

  Escrevi na sexta-feira, 21, portanto há menos de sete dias, que não deveríamos estranhar se, de então a sete dias, houvesse missa de sétimo dia pela morte de Orlando Silva. Evidentemente que recorria a uma metáfora cruel para falar um pouco do estado das coisas e das coisas do Estado, em especial quando a tradição com muita clareza nos aponta o caminho do desenlace. Orlando Silva e seu Comunismo de Cabaré agora vão nos deixar em paz!

A rigor, ninguém deve ficar feliz quando ministros se vão. Ninguém deve ficar feliz quando ministros ficam. Um governo que não altera sua equipe é ruim, um governo cuja equipe sofre alterações em escala industrial também é ruim. Mas prefiro o segundo, cuja hipótese subjacente no presente cenário brasileiro é a existência da vassoura a varrer falcatruas para longe das cercanias no interesse público. Será?

Não estive na torcida organizada pela queda do titular do enlameado ministério. Também não participei da satanização da imprensa que denuncia as promiscuidades do “onguismo de estado”. Aliás, entre os ministros que caem e os que “se seguram”, prefiro  os que estão a trabalhar por um Brasil melhor, “descompanheirizado”. E estou certo de que os há!

Como brasileiro que deseja um País melhor, ficaria feliz em ver Orlando Silva provar sua inocência. Faria bem ao Brasil. O problema é outro. Disse em conversa com um amigo também Blogueiro independente  http://www.loucuraembutida.com.br/ , cujo  link será posto neste Blog, que a certeza que certos indivíduos têm da própria inocência não lhes permite nem tritas dias de enfrentamento ao jornalismo pistoleiro. No caso de Orlando Silva, não resistiu nem sete dias. Culpa da imprensa? Coisa nenhuma.

São mais profundas as raízes do mal em questão, passam pelo  presidencialismo vigente, pelo nosso sistema eleitoral, pelo tipo de composição do governo e, claro, por certa “distinção” cultural da organização do poder no Brasil. Porém, entre os atores, digamos, mais claramente envolvidos, é lógico que afastar Orlando Silva, ainda que imitando renúncia, é uma forma de se continuar a crença na existência da vassoura e na sua capacidade de varrer todo o mal da vida pública brasileira.

Dilma optou pelo melhor caminho. Ele se amplia se as “ONGs de Estado” forem finalmente postas em debate!

 Por Maurício Reis de Sousa

 

 

3 Comentários

  1. Dj Ronald

    é caros amigos já se foram 6 ministros, oque me deixa triste é a maquiagem que o PT faz , no final das contas pareçe que a Dilma esta fazendo uma limpeza em Brasilia com isso a oposição perde todo mérito da investigação!!!!
    até rimou o final rsrsrs!!! fiquem na paz

  2. Na minha opnião, hoje no pais, sofremos por ter uma oposição frouxa, e os que são um pouco mais opressores são minoria, na politica de troca que o PT implantou com o governo Lula, hoje só estamos colhendo, o fruto que Lula plantou!
    Abraço!

  3. Good day! This post couldn’t be written any better!
    Reading through this post reminds me of my good old room mate!
    He always kept chatting about this. I will forward this article to
    him. Fairly certain he will have a good read. Thanks for sharing!

Deixe uma resposta