Segurança Pública

A PM capixaba, o diabo que “veste farda” e o que ergue cartaz!

Quem se ocupa de estudar a percepção sobre o trabalho da polícia em determinados grupos sabe que isso não é simples. Não se trata de um recorte social. O cuidado com as generalizações é sempre importante.

Mas desde a redemocratização do Brasil as polícias militares têm sido tratadas como “sacos de pancada” por gente que faz da desordem o objeto principal de suas taras ideológicas, seus delírios juvenis, sua ignorância mais notável, consciente ou inconscientemente.  

Defender a polícia é defender a democracia. Entender isso exige pouco apreço ao sono. Exige coragem para ler. Quem desvincula polícia de democracia não sabe sobre nenhuma das duas. Recentemente, uma mulher, que não exemplifica muito bem os conceitos de beleza mais prestigiados, exibiu uma faixa num protesto com a frase “o diabo veste farda”. Senti vontade de lhe dizer que “o diabo também exibe cartaz”. Não foi necessário. Circulou uma série  “memes” com policiais femininas, exemplificando, sim, uma beleza divina. Sim, a mensagem obliqua é a de que se é para fazer apontamento do “capeta”, metafórica ou não, ele está do outro lado. Bem diferente da militante ressentida e ignorante!

O ponto de intersecção entre o protesto da militante e o cotidiano policial se revela a cada instante. Ontem, na 14ª Cia Independente, da PMES, dois policiais se viram em apuros. Ao deterem um indivíduo que se encontrava com mandado de prisão, um suposto estudante de Direito interveio no trabalho dos policiais, tentando retirar o suspeito da condição de detido, razão pela qual por pouco uma tragédia não aconteceu, já que até retirar a arma do coldre do policial o suposto estudante de Direito tentou. Ao término da ação, os dois indivíduos foram encaminhados à autoridade policial para responderem pelos crimes que constam em Boletim de Ocorrência.  

Duas notas se fazem necessárias a respeito do episódio de ontem: a experiência dos Soldados Moura e J. César (na foto, depois da ocorrência) foi fundamental. Se não tivessem demonstrado experiência, técnica e coragem, o desenlace seria trágico. Hoje, haveria um protesto e uma divulgação de nota do Conselho Estadual de Direitos Humanos, condenando a ação da PMES.

Por outro lado, o comprometimento das viaturas do setor que, ao ouvirem o pedido de “prioridade”, deslocaram-se imediatamente para o local. Destaque-se que os Soldados Furlam, De Sá e Carreiro foram os primeiros a chegar. Assim, puseram fim à resistência estimulada pelo suposto estudante de Direito. Já no Hospital, onde o criminoso recebia atendimento médico causado pela própria resistência, o Sd Moura afirmou que nunca o apoio de uma guarnição lhe havia sido tão necessário.   

Ao longo de todo o desenlace da ocorrência, em nenhum momento os policiais envolvidos se deram conta de que são os policiais mais mal pagos do Brasil. Eles estão certos. Afinal, eleição existe para acerto de contas democráticas! Sim, o diabo não é aquele fardado que veste farda e prende. O diabo é aquele que aposta na desordem, porque ela tenta nos conduzir ao inferno. Ainda bem que no meio do caminho existe a polícia!

Parabéns, guerreiros!

  

 

22 Comentários

  1. Leonardo

    Está de parabéns essa matéria. Muito bem produzida e fundamentada.

  2. LENIN DA SILVA PESSOA

    Eloquente, está de parabéns.
    Salvo a parte em que se dirige a pessoa da manifestante a reflexão alcança um patamar singular.

  3. Ivan Paulo Pinheiro dos santos Jadir Pinheiro dos santos

    Parabéns pela iniciativa de escrever a respeito da foto, mas aquela pessoa que está por trás daquele cartaz é manipulada por pessoas desprovidas de educação, respeito, onde a ignorância faz parte do dia a dia, com relação o estudante de direito, infelizmente faltou lhe conhecimento, e com certeza estava sob efeito de substâncias psicoativas, químicas, pessoas que não respeitam as autoridades constituídas vivem a margem da lei, são verdadeiros marginais e devem receber a devida resposta do aparelho Estatal.

  4. Willians

    É impressionante, principalmente após Fev/2017, nota-se um aumento / debandada de episódios com a presença de doutores e especialistas em segurança pública opinando e tentando intervir no trabalho da polícia militar.

  5. Jefson

    Parabéns pelas colocações técnicas em uma sociedade onde algumas lideranças tentam incutir na cabeça dos outros a pregação em favor do caos e da desordem, desacreditando as Instituições que primam pelo bem estar social

  6. Antônio

    Excelente artigo! Não é de hoje que pessoas investidas de ideologias contrárias à ordem e ao correto jogam sobre as instituições de segurança pública seu veneno e suas frustrações. Até o próprio governo do estado demonstrou seu ódio e arrogância ao fechar os olhos e ouvidos ao clamor da Polícia Militar. Esta mesma PM que é o braço armado do Estado. Esta atitude inconsequente é que deu margem para o que estamos à presenciar hoje.

  7. Fabio da Rosa Loureiro

    Existe trabalho demoníaco da esquerda em denegrir a imagem da Polícia para a sociedades, para fazer com que deixemos de acreditar nessa instituição, isso já vem de muito tempo é esta chegando no seu ápice, esperemos que em 2018 a esquerda tome um tombo perturbador e que nos pessoas de bem cidadãos de bem e patriotas de verdades colaboramos para eliminar esta doença.

  8. Hello just wanted to give you a brief heads up and
    let you know a few of the images aren’t loading properly.
    I’m not sure why but I think its a linking issue. I’ve tried it in two different browsers
    and both show the same results.

  9. I’m extremely impressed along with your writing talents as well as with the layout
    for your weblog. Is this a paid topic or did you modify it your self?
    Either way keep up the nice quality writing, it’s uncommon to peer a great weblog like this one today..

  10. What’s up colleagues, its wonderful piece of writing
    about teachingand fully explained, keep it up all the time.

  11. Hello there, just became aware of your blog through Google, and
    found that it is truly informative. I’m going to watch
    out for brussels. I’ll be grateful if you continue this in future.
    A lot of people will be benefited from your writing. Cheers!

  12. Hi, this weekend is pleasant designed for me, since this occasion i am reading this wonderful informative paragraph here at my house.

  13. This is my first time visit at here and i am genuinely pleassant to read everthing at
    single place.

  14. My spouse and I stumbled over here by a different web page and thought
    I might check things out. I like what I see so now i am following you.
    Look forward to finding out about your web page yet again.

  15. Keep on working, great job!

  16. I like the helpful info you provide in your articles. I’ll bookmark
    your weblog and check again here regularly.
    I’m quite certain I will learn many new stuff right here!
    Good luck for the next!

  17. Thanks for finally writing about >A PM capixaba, o
    diabo que “veste farda” e o que ergue cartaz! – Mauricio Sousa <Loved it!

  18. There is definately a lot to know about this subject.
    I love all of the points you’ve made.

  19. May I simply just say what a relief to discover someone who actually knows what they are discussing online.

    You certainly understand how to bring an issue to light
    and make it important. More people ought to check this out and
    understand this side of your story. I was surprised you are not more popular since you certainly have the gift.

  20. Truly when someone doesn’t know afterward its up to other viewers that they will help,
    so here it takes place.

  21. Attractive section of content. I just stumbled upon your weblog and
    in accession capital to assert that I get in fact enjoyed account your blog posts.
    Any way I’ll be subscribing to your feeds and even I achievement you access consistently rapidly.

  22. Matt Taylor scores after just 49 seconds to make sure the hand of friendship over Christmas did not extend to his old friends at Portsmouth. Bolton 2 Portsmouth 1: Taylor  gets Trotters off to perfect start

Deixe uma resposta