Segurança Pública

A PM mais mal paga do Brasil faz declaração de amor aos capixabas!

O que esperar de loucos? Que eles façam loucuras, óbvio. Policiais militares capixabas já foram aqui definidos como loucos. Sim, o cultivo da ironia não retira o quê de proximidade entre a palavra e a ideia que ela (a palavra) busca definir.  

Ora, um médico declara seu amor ao paciente quando faz o máximo que seu conhecimento clínico é capaz de oferecer para devolver a cura a quem está acometido da desdita; um professor declara seu amor ao aluno quando o ensina a pensar para além dos manuais; um juiz declara seu amor à justiça quando julga segundo leis legitimamente aprovadas, e segundo as provas. Nessa toada, um policial declara seu amor à sociedade quando, a despeito de todos os estímulos em contrário, dedica-se a cumprir o juramento que consagrou sua formatura ao término do curso.

Sim, com risco (e que risco!) da própria vida, policiais do 6º BPM da PMES realizaram a apreensão de 10 armas de fogo no início da noite da última quarta-feira, dia 17. Vivêssemos num país (ou num estado) capaz de identificar a coragem e a ela prestar homenagem, certamente os policias ganhariam uma semana de folga e uma viagem ao Nordeste com suas respectivas famílias. Isso é impossível hoje!

Resta apenas o constrangimento de dizer que o Brasil todo sabe que os policiais capixabas são os mais mal pagos entre todos os policiais brasileiros.

O argumento político vendido com roupagem de ciência sugere que o rigor fiscal é um princípio capaz de garantir a organização das finanças públicas. Verdade até aí. Quando, entretanto, o equilíbrio fiscal se torna um fim em si mesmo abrem-se comportas capazes de estimular desvios de conduta.

Isso pode ocorrer em virtude de defasagem salarial propriamente dita ou como derivação de novas demandas incorporadas por agentes públicos ao longo de suas trajetórias. Dito de outra forma: se em vez de quatro excelentes policias, houvesse na ocorrência em questão quatro bandidos fardados, certamente seria  uma ótima possibilidade capaz de fazer extrair grande vantagem financeira.

No país dos sinais trocados, no máximo poderão ser chamados a algum café desagradável. No meu modelo de valoração seriam recebidos no Palácio Anchieta, com o governador a lhes prestar continência em nome dos capixabas e a lhes garantir um descanso semanal no Nordeste, pela coragem demonstrada.

Todas as pesquisas sérias que aferem a redução (ou não) de homicídios constatam a importância da apreensão de armas de fogo para a melhor performance dos resultados. Dito de outra forma: quantos assaltos serão evitados a partir de tal apreensão? Difícil saber. Quantos homicídios serão evitados a partir de tal apreensão? Difícil saber. Mas segundo o professor Manuel Pinheiro de Melo, da PUC-Rio, a cada 18 armas apreendidas, no mínimo, uma vida foi poupada, um homicídio deixou de ocorrer. Sem falar de outros crimes, como mencionado acima.

Sim, os Soldados Neto (Netão!), Ferreira, Grippa e Poncidonio são a prova de que vale a pena olhar para o futuro. Se forem chamados ao Palácio Anchieta irão. Dificilmente isso acontecerá. Talvez porque  eles não sabem sambar nas cercanias do Palácio. Sabem “apenas” declarar amor aos capixabas por meio do ofício que escolheram. E eles sabem que fizeram a escolha certa. Apesar de tudo!

6 Comentários

  1. Esio Cavalcante

    Esses heróis da segurança pública, bem como as outras co- irmãs, pelo trabalho e dedicação, pela exposição e risco de vida, por proteger e defender vidas alheias, um grande mister, mereciam receber um salário digno, compatível como recebe um promotor e um juíz.

  2. José Renato

    Gente são esses tipos de políciais que realmente trazem segurança para o povo capixaba,temos muitos outros no nosso meio,mas o desestímulo está tão grande entre a tropa nova que nós mais antigos sempre estamos tentando fazer com que a coisa não piore ainda mais.como?com bons conselhos e lhes passando algumas das nossas experiências vividas.mas com esse governo e esse comando,nossa tropa não vai poder mostrar tudo do que é capaz, infelizmente!!!!mas como sempre aconteceu no passado,o governo e o comando sempre estão mudando,mas a tropa não.meus parabéns aos colegas,vcs merecem realmente um grande elogio operacional!!!

  3. Rose

    Esses são os verdadeiros heróis.
    Sou ex mulher de Polícia, e pedir as contas de qts vezes não conseguia dormir qd meu marido saia para trabalhar a noite e meu coração apertado com medo de que ele não voltasse pra casa.
    Qts vezes a mãe dele sentiu esse mesmo medo.
    E hoje depois de 20 anos de separados, sinto o mesmo medo, medo de que meus filhos fiquem órfãos e desamparados.
    Eles são heróis de farda.

  4. Aparecido

    Parabéns aos policias, são verdadeiros heróis que estão na ponta da linha, são eles que realmente fazem a diferença no trabalho de segurança pública, uma participação ímpar que mostra o compromisso e respeito com a sociedade, diferente de alguns comandandes e políticos que não valorizam esses heróis.
    Parabéns!!!!!!

  5. Just want to say your article is as astonishing.
    The clarity to your submit is just excellent and that
    i could suppose you are knowledgeable in this subject.
    Well with your permission let me to snatch
    your feed to keep up to date with drawing close post. Thank you
    a million and please continue the rewarding work.

Deixe uma resposta